GDF sai na frente para enfrentar possível segunda onda

De acordo com Secretaria de Saúde, testes de detecção de Covid-19 e inquérito epidemiológico vão ser realizados por todo o Distrito Federal

O Governo do Distrito Federal (GDF) já está organizado para o enfrentamento de uma possível segunda onda do novo coronavírus Sars-CoV-2. Durante coletiva de imprensa virtual, na manhã desta segunda-feira (30), o secretário de saúde Osnei Okumoto afirmou que um inquérito epidemiológico, envolvendo mais de 100 profissionais de saúde, será aplicado nas 34 regiões administrativas a partir desta quarta-feira (2), a começar por Ceilândia.

“O DF apresentou um aumento, não tão acentuado, do índice de transmissão do coronavírus. O inquérito epidemiológico vai nos trazer dados mais precisos sobre a chegada de uma possível segunda onda de Covid-19. Mas nós estamos aqui para demonstrar que o GDF está preparado para fazer este enfrentamento”, garantiu o secretário de saúde. De acordo com Osnei Okumoto, o inquérito se faz necessário, especialmente depois que a taxa de transmissão da doença no DF subiu de 1 para 1,3. Isso indica a expansão da transmissão da doença no Distrito Federal, com 88% das regiões administrativas registrando esse aumento.

Osnei Okumoto aproveitou a oportunidade para pedir a mobilização da população. “É importante que a sociedade faça a sua parte respeitando o distanciamento social, mantendo o uso de máscara e, caso tenha sido testado positivo, respeitar o isolamento de 14 dias”, declarou o secretário de Saúde.