Como saber se você vai receber a prorrogação do auxílio emergencial?

Prorrogação do auxílio emergencial terá mais três parcelas. Saiba verificar se o governo manterá ou não os repasses na sua conta.

 

Com a prorrogação do auxílio emergencial começando a ser paga, muitos beneficiários não sabem se vão receber o dinheiro. Recentemente, o governo federal começou a realizar uma série de cortes para diminuir custos e evitar pagamentos indevidos. Por isso, confira como saber se você vai receber a prorrogação do auxílio emergencial.

O auxílio emergencial é pago para o grupo de trabalhadores, autônomos, microempreendedores individuais (MEIs) e inscritos no CadÚnico ou para quem está inscrito no Bolsa Família. O dinheiro é repassado pela Caixa Econômica Federal por meio de contas sociais digitais.

Como saber se você vai receber a prorrogação do auxílio emergencial

Para saber se a prorrogação do auxílio emergencial vai ser repassada, é possível fazer a consulta no site da Dataprev e seguir os passos a abaixo:

  • Depois de acessar o endereço eletrônico, será exigido que o candidato digite seus dados pessoais;
  • São cobrados CPF, Nome completo, nome da mãe e data de nascimento;
  • Em seguida, é preciso clicar na opção não sou robô e confirmar o acesso;
  • Uma nova página abrirá;
  • Se seu cadastro estiver regular, haverá uma informação assegurando o recebimento do dinheiro.

Se a pessoa não estiver listada como apta a receber, uma mensagem indicará o motivo pelo qual o benefício foi cortado. Se este não for o seu caso, é possível recorrer da decisão do governo realizando uma contestação na própria página.

É válido lembrar que a contestação não é garantia de que haverá mudança na decisão. Uma equipe reavaliará o caso e decidirá se os repasses voltarão a ser feitos.

Sobre a prorrogação do auxílio emergencial

Originalmente, o auxílio emergencial 2021 teria quatro parcelas. Entretanto, no mês de julho, o governo federal anunciou a prorrogação do benefício por mais três meses. Desta maneira, houve um salto de quatro para sete parcelas.

Conforme divulgado, as regras de pagamento continuam as mesmas, assim como os valores dos repasses:

  • Mulheres chefes de famílias monoparentais: R$ 375;
  • Quem mora sozinho: R$ 150;
  • Demais casos: R$ 250.

É válido lembrar que a movimentação do dinheiro continuará sendo feita, de forma inicial, pelo aplicativo Caixa Tem. A ferramenta oferece diversos serviços financeiros, a maioria gratuitamente.