Black Friday  ou Black Fraude? 7 passos para não cair em fraudes.

A seguir sete passos que podem fazer a diferença para não cair em golpes maquiados de descontos.

 

 

Primeiro: Não faça compras por impulso. Analise seu orçamento; reflita se você realmente precisa daquilo; avalie se essa compra não vai desequilibrar suas contas.

Segundo: Tenha cautela e visite estabelecimentos diferentes e compare os preços dos produtos que pretende adquirir. Dessa forma você terá mais conhecimento real do preço de determinado produto.

Terceiro: Muito cuidado com sites falsos. Eles são praticamente idênticos aos originais. Suspeite de ofertas muito tentadoras. Em caso de dúvida, ligue para o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da empresa e confira se o preço praticado é aquele mesmo. Uma ligação para o SAC da empresa será o suficiente para comprovar a fraude

Quarto: Grave todas as telas e comunicações eventualmente realizadas com o fornecedor. Não se impressione com aqueles cronômetros enormes em contagem regressiva informando que a promoção está acabando. Isso é apenas uma pressão para que você compre logo, sem pensar muito. Não faça compras ou qualquer operação bancária utilizando computadores de lan houses ou cybercafés. Eles podem conter programas maliciosos que furtam números de cartões de crédito e senhas.

 

Quinto: Evite acessar sites que são enviados por e-mail ou SMS. Caso acesse o site verifique o nome da empresa, endereço físico e demais informações necessárias para que o fornecedor possa ser localizado e contatado. O recomendável é ligar para confirmar todos os dados. Verifique se o site é seguro: no momento da transação, confira se no canto inferior da tela há um cadeado ou chave. Atualize seu programa antivírus, bem como os programas de monitoramento contra spywares e firewall. Forneça apenas os dados solicitados pelo site durante a transação, nada mais. Fique atento à reputação do vendedor. Guarde todos os dados da compra, como o nome do site, produtos pedidos, valor pago, forma de pagamento, data de entrega do produto e número de protocolo da compra ou do pedido, se houver.

 

Sexto: Verifique depoimentos, reclamações e as avaliações da empresa. Os sites “Reclame Aqui” e “Consumidor.gov.br” são boas fontes para essas informações. Verifique também os sites abaixo para auxilia-lo na sua avaliação:

https://www.reduza.com.br/

https://www.siteconfiavel.com.br/

 

Sétimo:  Direito de arrependimento: nas compras on-line, o consumidor pode desistir da compra no prazo de sete dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço. O fornecedor deve informar, sempre de maneira clara e ostensiva, os meios adequados e eficazes para o exercício do direito de arrependimento pelo consumidor.